Esta compilação de cartas de Bakunin reúne trinta
correspondências escritas entre 1845 e 1875. Nelas, são retratados
espectos pessoais e políticos de sua vida: a relação com a família; as
posições sobre a questão eslava; as prisões, o exílio e a fuga da
Sibéria; as concepções programáticas; as relações com Marx e a
participação na Associação Internacional dos Trabalhadores (Primeira
Internacional); o período final de sua vida, quando se retira da
política.

Veja opiniões de quem já comprou